O que você provavelmente vai querer fazer é conferir os dados no OpenStreetMap e obter uma planilha de informações – não somente latitude e longitude, mas também todos os detalhes de cada ponto de interesse ou aspecto

Introdução

OpenStreetMap é uma ferramenta fantástica para desenhar e editar mapas. É um mapa criado por usuários de todo o mundo, feito por milhares de participantes ao longo de anos. A estrutura se parece muito com a da Wikipedia – qualquer um pode editar o mapa, e os usuários corrigem os erros uns dos outros, de maneira que os resultados são altamente precisos.

Como adicionar suas próprias informações de mapa ao OSM pode ser visto aqui.

É comum que as pessoas queiram participar do mapa que visualizam no site do OSM e usá-lo em algum outro lugar, como um site próprio ou uma ilustração. Este tutorial foca em como retirar a imagem de um mapa do site principal do OSM para utilizá-lo em outra parte.

Dicas

Tenha certeza de que a área que você quer mostrar no seu mapa está bem mapeada antes de começar. Você pode seguir o primeiro passo do tutorial para verificar. Se não estiver a contento, siga adiante e adicione suas próprias informações.

O que você provavelmente vai querer fazer é conferir os dados no OpenStreetMap e obter uma planilha de informações – não somente latitude e longitude, mas também todos os detalhes de cada ponto de interesse ou aspecto. Lembre-se que pode haver muito na base de dados do OSM que não seja de visualização imediata – como por exemplo o horário de funcionamento de uma clínica ou, de verdade, qualquer coisa que alguém tenha tido vontade de incluir. Para fazer algo assim, você deve conferir aqui http://overpass-turbo.eu. Não é um assunto abordado neste tutorial.

Começando um Novo Mapa

Primeiro, acesse www.openstreetmap.org.

Há uma barra de busca na parte esquerda da página inicial. Você pode digitar o nome do lugar que quer encontrar no mapa. Uma lista de opções vai aparecer, inclusive a sua região, se ela estiver mapeada. Clique sobre ela para ir à parte do mundo que você quer utilizar.

Outra maneira é usar o zoom para aproximar e afastar, utilizando os botões + e – à direita, e utilizar o mouse para encontrar o seu lugar no mundo. Se não estiver bem mapeado, você mesmo pode melhorá-lo! Utilize o tutorial ou veja Learn OSM para se aprofundar em como melhorar o mapa.

Assim que você encontrar o lugar que deseja, sua tela deve parecer mais ou menos assim:

Você não precisa nem se registrar para importar esses dados diretamente do site para o seu computador. Primeiro, movimente o mapa e aproxime e afaste o zoom para mostrar a área exata que você quer. Clique onde diz Exportar.

As coordenadas de latitude e longitude que aparecem correspondem aos limites do mapa que você está vendo, então você não precisa modificá-los, uma vez que já delimitou a área que deseja.

Formatando o Seu Mapa

Onde está escrito  Format to Export, como por enquanto só queremos um arquivo de imagem, deixe na opção Imagem de Mapa. Abaixo, selecione o formato que deseja para a sua exportação.

Onde diz Scale, você pode experimentar diferentes tamanhos. O programa mostra o tamanho Máximo, e se você digitar aquele número exato (no meu exemplo, é 21000), vai obter todos os mínimos bits de dado daquela janela e um arquivo razoavelmente grande. O número no meu exemplo é 65272 (na verdade, menos de 21.000, porque é na proporção 1:x), que vai resultar num arquivo e numa imagem bastante pequenos. Se você aproximar o zoom, vai ficar pixelado. Escolha o tamanho que melhor convier e clique em Export. Isso é tudo – agora você tem uma bela imagem para usar no seu blog ou site, ou num documento impresso de qualquer tipo.

Se você quer avançar um pouco mais e usar o código HTML, você pode colocar um marcador no mapa e usar o código diretamente no seu site.

Clique onde diz Embeddable HTML.

Se você quiser, clique onde diz  Add a marker to the map e depois sobre o mapa para incluir um pequeno ponto.

Depois copie e cole o HTML que aparecer na caixa no seu site.

É isso!

Erica Hagen é jornalista, adepta do desenvolvimento internacional e trabalha pela democracia da informação e participação civil tanto em veículos online quanto tradicionais. É co-fundadora do Map Kibera e da Ground Truth Initiative. Concluiu o mestrado em Relações Internacionais pela Columbia University, em Nova Iorque, cujo foco foi jornalismo e desenvolvimento internacional. Trabalhou em quatro países com comunicação para o desenvolvimento e avaliação e, nos Estados Unidos, atuou com questões de refugiados e imigrantes para organizações com o Fundo de Populações das Nações Unidas, o Concern Worldwide e a Unicef. Formou-se em Religião pelo Reed College. Mais sobre a Erica pode ser visto aqui: http://www.ericahagen.com/